Dia Estadual do Funk de São Paulo (7 de julho)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/3910

Próxima Celebração "Dia Estadual do Funk de São Paulo": Sábado, 7 de Julho de 2018, : daqui 259 dias, 09:57:15-02:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 4 minutos.

O Dia Estadual do Funk de São Paulo em 7 de julho de cada ano, é uma comemoração no Estado brasileiro de São Paulo, que foi criada pela Lei Nº 16.310 de 20 de setembro de 2016.

Essa data comemorativa do Estado de São Paulo tem por fim, marcar a data do aniversário da morte do cantor e compositor brasileiro de funk ostentação, Daniel Pedreira Pellegrine, conhecido como MC Daleste, que faleceu na madrugada de 7 de julho de 2013, após receber dois tiros de arma de fogo enquanto fazia um show na cidade brasileira de Campinas-SP. Um deles acertou seu braço esquerdo de raspão e o outro, abaixo do peito. Segundo a perícia, ocorreram 3 disparos naquela noite. Seu óbito foi confirmado no início da madrugada de domingo no Hospital Municipal de Paulínia, para onde havia sido levado. Ele estava terminando a apresentação que fazia em uma quermesse do CDHU San Martin, um conjunto habitacional localizado no bairro São Marcos, em Campinas. O cantor conversava com o público quando foi alvejado. Um fã no local, filmando o evento, registrou o momento em que Daleste foi baleado. Ele chegou a ser levado para o centro cirúrgico, mas morreu às 0h55. A festa era gratuita e, segundo os moradores, mais de 3 mil pessoas acompanhavam a apresentação.

Sua morte obteve repercussão nacional e internacional, pois sites como a revista inglesa NME e veículos norte-americanos, como Billboard, The Huffington Post, LA Times, Revista Rolling Stone e NY Daily News estão entre as publicações que noticiaram o fato. Em 2014, na data de seu aniversário, o seu túmulo foi depredado: a lápide com uma foto do cantor amanheceu quebrada e uma faixa com homenagens foi rasgada. A polícia e a família suspeitam que pessoas ligadas ao assassino de Daleste que teriam feito o vandalismo.

Para conhecimento, MC Daleste nasceu na Penha, Zona Leste da cidade brasileira de São Paulo-SP em 30 de outubro de 1992, no seio de uma família de baixa renda. Era o caçula de 3 irmãos. Teve uma infância sofrida e conturbada por perder sua mãe muito cedo, devido a complicações de um derrame. Sua mãe sempre o apoiou em seu plano de seguir carreira artística, para ajudar sua família. Daleste teve uma vida de privações quando era criança. Na sua 1ª música, por exemplo, o cantor revelou que até completar 13 anos, morava em uma casa de madeira que não tinha banheiro e, muitas vezes, não tinha o que comer. MC Daleste só estudou até a 8ª série e era um aluno indisciplinado, por diversas vezes ele e seu amigo inseparável, Fernando Felix de Araujo Guedes, mais tarde conhecido como "Mc Boqueta", foram ameaçados de expulsão do colégio. Na 8ª série, Daleste conheceu a sua esposa, Erica, inspiração para a cantiga "Em teu olhar", com a qual foi casado por 5 anos.

Ele iniciou sua carreira musical em 2009, divulgando suas primeiras canções na Internet, a partir de uma Lan House. Conquistou fama em poucos meses com as canções "Bonde dos Menor" (1 e 2) e "Apologia", a última sendo fortemente criticada, após sua morte, por fazer apologia ao crime. A partir de 2012, MC Daleste abandonou o tema do crime em suas músicas, para contar o dia a dia de um milionário, engajando de vez com o conhecido Funk ostentação. Daleste foi um dos responsáveis pela popularização do subgênero, produzindo algumas das canções de maior destaque do funk ostentação, como "Deusa da Ostentação", "Mina de Vermelho", "Quem é?", "Gosto Mais do Que Lasanha", "Mais Amor, Menos Recalque!", "Angra dos Reis" e, postumamente, a canção "São Paulo".

No auge de sua carreira, Daleste faturava mais de 200 mil reais por mês, chegando a realizar mais de 40 shows. Trabalhou em parceria musical com vários outros grandes nome do funk ostentação, como, MC Léo da Baixada, MC Dede, MC Danado e MC Pocahontas, e MC Kelvinho. Também foi um dos autores de um dos maiores hit do funk paulista, "Ostentação Fora do Normal", com MC Léo da Baixada. No ano de 2012, fez suas primeiras aparições na mídia, em programas como "Casos de família", "Programa do jacaré", "Esquenta!" e "Super Pop". MC Daleste lançou apenas um Videoclipe, o da canção "O Gigante Acordou". Após sua morte, foi lançado o videoclipe da música "São Paulo", gravado poucos dias antes da fatalidade, numa mansão em Igaratá, no interior de São Paulo. O videoclipe alcançou mais de 1 milhão de acessos no YouTube em apenas um dia. A revista Billboard anunciou o lançamento da canção "São Paulo", que em 2 dias ultrapassou 6 milhões de acessos no YouTube, sendo o 1º colocado no Top 10 da categoria Música. Hoje o videoclipe "São Paulo" possui mais de 45 milhões de acessos no site.

Em 2013, MC Daleste foi parar na lista de celebridades mais buscadas no site de buscas Google no Brasil, sendo Daleste em 1º lugar e Chorão, membro da banda brasileira Charlie Brown Jr., em 2º lugar. MC Daleste foi o único nome da música mais buscado do que o Big Brother Brasil, a empresa Telexfree e a novela Salve Jorge. Com o sucesso repentino, Daleste não chegou a lançar nenhum álbum de estúdio, apenas singles, demos e faixas soltas para download digital no iTunes. Dias antes da sua morte, Daleste programava uma Turnê em toda América, e pretendia comprar o helicóptero que aparece em seu último videoclipe. Em 2014, MC Daleste entrou no Top 10 das celebridades mais buscadas no Bing, estando na 5ª posição.

Fontes consultadas:

  1. www.al.sp.gov.br/…
  2. www1.folha.uol.com.br/…
  3. pt.wikipedia.org/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/3910

RSS/XML