Dia Estadual do Canto Coral (31 de agosto)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/1060

Próxima Celebração "Dia Estadual do Canto Coral": Sexta-Feira, 31 de Agosto de 2018, : daqui 279 dias, 14:43:52-02:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 2 minutos.

O Dia Estadual do Canto Coral em 31 de agosto de cada ano, é uma comemoração do Estado brasileiro da Paraíba, que foi estabelecida pela Lei Nº 4.306 de 18 de novembro de 1981.

Conforme a Lei supracitada da Paraíba, por ocasião desse dia festivo, a Secretaria da Educação e Cultura do Estado paraibano deverá adotar todas as providências necessárias, para que essa data comemorativa transcorra festiva e com solenidades que evoquem as figuras que fizeram e fazem o mundo musical da Paraíba.

Essa data celebrativa de paraibanos tem por fim, marcar a data da fundação da Escola de Música da Paraíba [na realidade Escola de Música Anthenor Navarro], que teria sido criada em 31 de agosto, de acordo com o Projeto de Lei Nº 96 de 1981.
Porém, historiadores paraibanos indicam 1 de fevereiro de 1931 como sendo a data oficial da criação do Instituto Superior de Educação Musical ou Escola de Música mantida pela Sociedade Musical Paraibana e idealizada pelo maesro e pianista brasileiro da Paraíba, Gazzi Galvão de Sá, uma referência e tradição no campo do ensino da música clássica na Paraíba e até mesmo além fronteiras desse Estado.

A Escola de Música de Gazzi de Sá teve seu início em 1929 na própria casa do seu idealizador, sob o nome "Curso de Piano Soares de Sá", e com a participação de sua esposa, Ambrosina Soares de Sá [mais conhecida por Dona Santinha], contando mais tarde com o apoio do engenheiro e político brasileiro na condição de interventor federal no Estado da Paraíba durante a "Revolução de 1930" no Brasil, Anthenor Navarro [Anthenor de França Navarro].

Para conhecimento, canto coral é o nome dado ao conjunto de atividades ligadas a um coro ou a uma capela.
Ainda que afeito à música, o canto coral vai além das questões musicais e converte-se numa atividade que envolve a sociologia, a musicoterapia, a psicologia, a antropologia, a fonoaudiologia e outras ciências afins.
Ninguém pode afirmar com exatidão quando o canto coral teve início.
O que se tem são registros que nos fazem supor a sua antiguidade. Um dos mais antigos registros dessa manifestação cultural se encontra na Caverna de Cogul na Espanha, datando do período neolítico. Essa imagem nos faz crer que existia canto e dança coletivos já na pré-história, e ainda que de maneira muito rudimentar, tudo leva a crer que o canto coral já estava presente nessas manifestações coletivas.
Os primeiros coros aparecem por volta do ano 1000, nos mosteiros e comunidades religiosas da Europa, numa herança do culto judaico. Acredita-se porém, que por volta do Século I, os cristãos em Roma já cantavam em coro. Na Grécia Antiga se faz referência a um coro, ligado ao teatro grego.
Com o desenvolvimento da linguagem musical, no século X, se tem registro em escrita neumática, pelos quais se sugere a prática do canto coletivo. No século XII surgem os primeiros registros específicos de música feita para coro.
Na atualidade o canto coral é amplamente difundido e é praticado em universidades, escolas, igrejas, associações, clubes e empresas, além de grupos independentes que realizam um trabalho de grande aceitação.

Fontes consultadas:

  1. alpb1.pb.gov.br/…
  2. www.cchla.ufpb.br/…
  3. pt.wikipedia.org/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/1060

RSS/XML