Dia do Marxismo (14 de março)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/2909

Próxima Celebração "Dia do Marxismo": Quarta-Feira, 14 de Março de 2018, : daqui 109 dias, 14:47:37-02:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 2 minutos.

O Dia do Marxismo em 14 de março de cada ano, é uma comemoração extraoficial, que aparece listada em vários calendários brasileiros de datas festivas, e que parece ser festejada principalmente por adeptos do marxismo.

Essa data comemorativa extraoficial de marxistas tem por fim, marcar a data da morte do Economista, sociólogo, historiador, filósofo, revolucionário e teórico político nascido no sul da Prússia Renana na atual Alemanha, Karl Heinrich Marx, que, depois de ser expulso de sua terra natal, da França e da Bélgica, terminou por fixar residência definitiva na cidade inglesa de londres, onde faleceu em 14 de março de 1883, sendo considerado como o fundador da doutrina comunista moderna.

Marx lançou em 21 de fevereiro de 1848, juntamente com o também filósofo prussiano/alemão, Friedrish Engels, "O Manifesto Comunista" [originalmente denominado "Manifesto do Partido Comunista" ou "Manifest der Kommunistischen Partei" em alemão, que foi um 1º esboço da teoria revolucionária conhecida em nossos dias como marxismo], cujo pensamento ainda influencia várias áreas, como Filosofia, História, Direito, Sociologia, Literatura, Pedagogia, Ciência Política, Antropologia, Biologia, Psicologia, Economia, Teologia, Comunicação, Administração, Design, Arquitetura, Geografia, entre outras.

Para conhecimento, o marxismo é uma teoria social e política, que, por sua amplitude, pode ser considerada uma concepção de mundo.
A partir do materialismo moderno, Marx e Engels sistematizam os diferentes aspectos, históricos, econômicos e sociais da então nova concepção de mundo, também conhecida como materialismo histórico. Marx e Engels sistematizaram também, como seriam esses mesmos aspectos, sob outra concepção de mundo: a capitalista.

No centro da teoria marxista encontra-se o trabalho que, para Marx, seria a expressão da vida humana, por meio da qual é alterada a relação do homem com a natureza. Enfim, através do trabalho o homem transforma a si mesmo.

Desde jovem, Marx se preocupava com a exploração do trabalho do homem, que não sente prazer em trabalhar, submetendo-se a tal apenas para garantir sua sobrevivência. Já naquela época, Marx percebia que o resultado do trabalho acaba, em sua maior parte, nas mãos dos donos do capital.
Sua vida foi dedicada a buscar uma solução para que a situação de exploração, de alienação da maioria chegasse ao fim. Na busca por esta resposta, analisou de forma metódica e científica toda a trajetória da humanidade até a sociedade capitalista, a estrutura dessa sociedade, chamada sociedade de classes.
Para Marx, a luta de classes é o motor da história.

Nesse sentido, a teoria de Marx, indicava uma nova sociedade, na qual todos os homens tivessem a possibilidade de desenvolver seu potencial, de forma plena, em diferentes aspectos, fazendo do ser humano um ser integral.

Fontes consultadas:

  1. multidatas.wordpress.com/…
  2. en.wikipedia.org/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/2909

RSS/XML