Dia de Plutão Ser um Planeta ou "Pluto is a Planet Day" (13 de março)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/2905

Próxima Celebração "Dia de Plutão Ser um Planeta" ou "Pluto is a Planet Day": Terça-Feira, 13 de Março de 2018, : daqui 108 dias, 14:48:24-02:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 3 minutos.

O Dia de Plutão Ser um Planeta ou "Pluto is a Planet Day" em 13 de março de cada ano, é uma comemoração listada em vários calendários dos Estados Unidos da América, para ser festejada por pessoas contrárias às Resoluções Nº 5 e 6 de 24 de agosto de 2006 da Assembleia Geral da IAU [União Internacional de astronomia ou "International Astronomical Union"].

Essa data comemorativa de norte-americanos surgiu a partir de uma resolução de legisladores do Estado norte-americano do Novo México, que pretendia instituir o "Dia do Planeta Plutão" ou "Pluto Planet Day" para 13 de março de 2007, e que mais tarde foi adotada por legisladores do Estado norte-americano do Illinois em 2009, tendo por fim marcar a data do anúncio da descoberta do Planeta Plutão, que se deu em 13 de março de 1930, como forma de homenagear o matemático, escritor, empresário e astrónomo amador estadunidense, Percival Lowell, que veio ao mundo em 13 de março de 1855, e que fundou o Observatório Lowell ou "Lowell Observatory" da cidade norte-americana de Flagstaff no Arizona-EUA, tendo participado do início do esforço que levou à descoberta de Plutão em 18 de fevereiro de 1930, 14 anos após sua morte e através da iniciativa do astrônomo norte-americano, Clyde William Tombaugh, após buscas sistemáticas instigadas por previsões de outros astrônomos, muito embora a descoberta de Plutão sempre tenha levantado muita poeira cósmica, pois ele entrou para o time de astros do Sistema Solar, mas nunca deixou de causar controvérsias.

Para conhecimento, as Resoluções Nº 5 e 6 de 24 de agosto de 2006 da Assembleia Geral da IAU [União Internacional de astronomia ou "International Astronomical Union"], rebaixaram o 9º planeta do sistema solar para a categoria de um planeta anão, sob a designação Plutão 134 340, para fazer companhia aos outros 4 planetas anões conhecidos atualmente no Sistema Solar.

Muito embora alguns refiram-se a Plutão como planetoide, tal referência não tem sido bem vista, porque O termo "planetoide" significa puramente "pequeno planeta", e para a União Internacional de astronomia, um planeta anão é um corpo celeste que órbita o sol, tem massa suficiente para ter uma forma arredondada, não é uma lua e, principalmente, é incapaz de limpar a vizinhança das suas órbitas – ou seja, é pequeno demais, em termos de massa, para alterar o ambiente que o cerca da forma que um planeta faria.
Um planeta Anão tem ausência da chamada Predominância Orbital, isto é, diferente dos planetas, os planetas anões compartilham sua órbita com diversos corpos não tão menores que ele. Apesar de orbitar o Sol e ser aproximadamente esférico, um planeta anão não cumpre este 3º quesito.
Segundos cientistas, além de Plutão, devem haver mais de 100 planetas anões no Sistema Solar, Porém, os conhecidos atualmente são:

  • Ceres, um planeta anão identificado em 1801 pelo astrônomo italiano da Sicília, Giuseppe Piazzi;
  • Haumea, que foi descoberto em 2003, e que conta com tamanho quase igual ao de Plutão;
  • Makemake, que foi observado pela 1ª vez em março de 2005, e que foi inicialmente batizado com o codinome não-oficial de "Coelho da Páscoa;"; e
  • Éris, que brevemente foi considerado como o 10º planeta do Sistema Solar, ao ser avistado pela primeira vez em 2003 e sua descoberta confirmada em 2005, e que foi o grande responsável por desencadear o debate que fez de Plutão um ex-planeta.

A reclassificação de Plutão para a categoria de ex-planeta, gerou comoção mundo afora e não faltaram tentativas para “salvar” o astro da vergonha. Mas, neste caso, tamanho foi sim documento: Plutão tem apenas cerca de dois terços do diâmetro da Lua Terrestre e sua massa corresponde a apenas um sexto da massa do satélite. Suas dimensões são tão diminutas que Charon, sua maior lua, descoberta em 1978, tem quase a metade do seu tamanho. O planeta nanico tem outros quatro satélites: Nix e Hydra foram descobertos em 2005 e, em 2012, duas novas luas foram identificadas. Para acalmar os ânimos e homenagear o antigo 9º planeta do Sistema Solar, a União Internacional de Astronomia determinou que os planetas anões que orbitam o Sol para além de Netuno serão designados também como "plutoides".

Fontes consultadas:

  1. www.theguardian.com/…
  2. news.nationalgeographic.com/…
  3. en.wikipedia.org/…
  4. cienciaeficcao.blogspot.com.br/…
  5. super.abril.com.br/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/2905

RSS/XML