Dia da Não Droga (1 de março)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/3875

Próxima Celebração "Dia da Não Droga": Quinta-Feira, 1 de Março de 2018, : daqui 133 dias, 05:35:31-02:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 4 minutos.

O Dia da Não Droga em 1 de março de cada ano, é uma comemoração no Estado brasileiro de São Paulo, que foi estabelecida pela Lei Nº 12.046 de 21 de setembro de 2005.

De acordo com a Lei supracitada do Estado de São Paulo, por ocasião das celebrações desse dia festivo, o Poder Executivo paulista deverá envidar esforços para a realização de campanhas de esclarecimento em espaços e escolas públicas, com o fim de esclarecer sobre os males causados pelo uso de drogas, tais como álcool, tabaco, entorpecentes, entre outras.

Cabe ainda esclarecer que, apesar de muitas diligências e grandes esforços, ainda não me foi possível obter maiores explicações e porquês para a criação dessa data comemorativa do Estado paulista em 1 de março, mesmo depois da leitura da íntegra com a respectiva justificação do Projeto de Lei Nº 1.123 de 1 DE NOVEMBRO de 2003 da Assembleia Legislativa de São Paulo.

Para conhecimento, conforme o Preferido Projeto de Lei acima mencionado, a data celebrativa por ele proposta tem por objetivo, oferecer dispositivo para a conscientização mais eficaz dos males que o uso de drogas causa na população paulista, nos jovens e adolescentes do Estado de São Paulo, destruindo cada vez mais vidas e família inteiras. Segundo a referida proposição, uma difícil decisão, é sempre precedida do 1º passo. Por isso, esse dia festivo pretende ser um apelo para que os usuários de drogas e entorpecentes, vejam neste dia, estimulados pelas campanhas a serem veiculadas pelo Poder Executivo, paulista nos espaços e escolas públicas, o 1º passo para se libertarem do vício.

Quando se trata do assunto drogas, é comum que venha logo à mente, o usuário de maconha, cocaína, heroína e outras drogas consideradas “pesadas”. Na realidade, é preciso conscientizar a população do Estado de São Paulo, que droga, segundo definição da OMS [Organização Mundial da Saúde] ou WHO [World Health Organization], é “qualquer substância que seja capaz de modificar a função dos organismos vivos, resultando em mudanças fisiológicas ou de comportamento.” Dentro deste conceito, deve-se considerar o fato de que a bebida alcoólica, geralmente é a 1ª substância com que o jovem tem contato, e seu consumo é estimulado pela sociedade.

Durante muitos anos, o consumo de maconha foi considerado como o 1º estágio da dependência química. Depois de fumar cigarros preparados com a erva, a pessoa passaria a usar drogas cada vez mais pesadas e em maior quantidade. As recentes pesquisas, porém, descartam essa tese, batizada de "Teoria da Escalada". O resultado dos estudos e a própria experiência dos médicos demonstram que o problema começa de outra forma: no consumo exagerado de bebidas alcoólicas. Não há dúvida que a porta de entrada da dependência é o álcool. Como a bebida é socialmente aceita, as doses a mais raramente são consideradas um problema, mas apenas um deslize passageiro. Esse desprezo é incorreto e perigoso, garantem os especialistas, principalmente quando o exagero ocorre na adolescência.

Pesquisas da psiquiatra brasileira, Coordenadora Executiva do Grupo de Estudos de Álcool e Drogas e Responsável pelo Ambulatório de Adolescentes e Drogas do Departamento de Psiquiatria da USP [Universidade de São Paulo], professora Sandra Schivoletto, por exemplo, demonstram em São Paulo que o álcool é a 1ª droga usada por adolescentes. Pelo levantamento, o contato com a bebida ocorre, em média, aos 11 anos. O cigarro vem depois, aos 12 anos. A média de idade para o 1º uso da maconha é de 13 anos, e o da cocaína, 14 anos.

O vício do cigarro é muito frequente na população. A associação do cigarro com imagens de pessoas bem sucedidas, muitas vezes, jovens, esportistas, é uma constante nos meios de comunicação. Este tipo de propaganda é um dos principais fatores que estimulam o uso do cigarro. Por outro lado, os programas de controle ao tabagismo, vêm recebendo um destaque cada vez maior em diversos países, ganhando apoio de grande parte da população. Quando o fumante dá uma tragada, a nicotina é absorvida pelos pulmões, chegando ao cérebro, geralmente em cerca de 9 segundos. Essa substância, quando usada ao longo do tempo, pode provocar o desenvolvimento de tolerância, ou seja, a pessoa tende a consumir um número cada vez maior de cigarros para sentir os mesmos efeitos que originalmente eram produzidos por doses menores. De maneira geral, quando o fumante suspende repentinamente o consumo de cigarros, sente fissura (desejo incontrolável por cigarro), irritabilidade, agitação, prisão de ventre, dificuldade de concentração, sudorese, tontura, insônia e dor de cabeça. Esses sintomas caracterizam a síndrome de abstinência. A tolerância e a síndrome de abstinência são alguns dos sinais que caracterizam o quadro de dependência provocado pelo uso de tabaco.

Os efeitos e as consequências do uso da maconha, cocaína, crack, heroína, e outras drogas mais pesadas, são mais “atacados” nas campanhas de conscientização, por serem classificadas, realmente, como DROGA, e terem seu uso proibido pela legislação vigente. Todavia, se faz extremamente necessário, que se fale cada vez mais aos jovens e adolescentes, que o caminho das drogas é, geralmente, um caminho sem volta, que leva à morte. E, importantíssimo frisar, que álcool e cigarro também são drogas, também causam dependência e podem levar ao uso de outras substâncias ainda mais prejudiciais. Daí o objetivo de conscientizar a população paulista, os jovens e adolescentes, usuários de drogas no Estado de São Paulo, que é preciso DAR O 1º PASSO, no sentido de libertarem-se da “prisão” que o vício representa. Assim, essa data comemorativa pretende ser uma grande campanha anti-drogas, um esforço no sentido de salvar vidas, tantas vezes ceifadas precocemente pelas drogas.

Fontes consultadas:

  1. www.al.sp.gov.br/…
  2. www.al.sp.gov.br/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/3875

RSS/XML