Dia da Abreugrafia (4 de janeiro)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/3534

Próxima Celebração "Dia da Abreugrafia": Quinta-Feira, 4 de Janeiro de 2018, : daqui 72 dias, 14:36:50-02:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 3 minutos.

O Dia da Abreugrafia em 4 de janeiro de cada ano, é uma comemoração no Brasil, que foi estabelecida pelo Decreto Nº 42.984 de 3 de janeiro de 1958

Essa data comemorativa de brasileiros tem por fim, marcar a data do aniversário do nascimento do médico, cientista e inventor brasileiro, Manuel Dias de Abreu, que veio ao mundo em 4 de janeiro de 1894, filho de Júlio Antunes de Abreu e de Mercedes da Rocha Dias, e que foi o responsável pelo desenvolvimento do método de diagnóstico da tuberculose, que ficou conhecido no Brasil como "Abreugrafia", e que é caracterizado por ser um método rápido e barato de se tirar pequenas radiografias dos pulmões, fazendo com que o teste que registra a imagem do tórax numa tela de raios X para diagnóstico da tuberculose tenha se espalhado pelo mundo inteiro, além de ele haver lecionado Radiologia em inúmeras instituições científicas do Brasil e exterior e de ter sido membro das mais importantes organizações médicas do mundo em seu tempo, e detentor de inúmeros prêmios, entre eles a medalha de ouro que recebeu nos Estados Unidos da América em 1950, como médico do ano do Colégio NorteAmericano de Médicos do Tórax ou "American College of Chest Physicians and American Thoracic Society".
Mais que tudo, por conta da invenção desse exame, Manuel Dias de Abreu chegou a ser indicado pelo menos 5 vezes ao Prêmio Nobel de Medicina, embora nunca tenha sido laureado, além de ter seu invento batizado como "Abreugrafia" no Brasil, em sua homenagem. Outros países batizaram o exame com nomes como: "schermografia" na Itália, "roentgenfotografia" na Alemanha e "fotofluorografia" na França.

Para conhecimento, Manuel Dias de Abreu doutorou-se na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1914, no então distrito Federal Brasileiro. Pouco depois, viajou para a França, onde foi diretor do laboratório de radiologia da Santa Casa da cidade e capital francesa de Paris. Foi também na capital francesa que iniciou seus estudos de fotografia dos pulmões, no Hospital Franco-Brasileiro.

Após 1918, trabalhou no Hospital Laennec (também na França), e em 1921, publicou uma obra pioneira sobre a interpretação radiológica das lesões pulmonares, sob o título de "Radiodiagnóstico na Tuberculose Pleuropulmonar".

Em 1922, retornou ao Brasil e assumiu a chefia do Departamento de Raios X da Inspetoria de Profilaxia da Tuberculose na cidade brasileira do Rio de Janeiro-RJ. Por esta época, intensificou as pesquisas de radiografias do tórax, mas os resultados então foram desanimadores. Apenas em 1935, em decorrência dos aprimoramentos dos aparelhos fotográficos, retomou suas experiências no antigo Hospital Alemão do Rio de Janeiro. Foi nesse período, que o cientista logrou conceber um método rápido e barato de tomar pequenas chapas fotográficas dos pulmões, para maior facilidade de diagnóstico, tratamento e profilaxia da tuberculose e do câncer de pulmão. Era a invenção da abreugrafia, nome dado em homenagem ao cientista, método este que foi reconhecido em 1936 pela Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, e mais tarde, adotado universalmente.

No campo da medicina e da pesquisa, publicou Idéias gerais sobre o radiodiagnóstico na tuberculose, Estudos sobre o pulmão e o mediastino, Nova radiologia vascular e Radiologia do coração, que o consagraram. Ao lado de Carlos Chagas, Vital Brazil, Osvaldo Cruz e outros, Manoel Dias de Abreu está entre os grandes vultos da medicina brasileira. Além disso, Abreu publicou obras poéticas: "Substâncias", ilustrada pelo artista brasileiro, Di Cavalcanti, e "Poemas sem realidade", que ele mesmo ilustrou.

Manoel Dias de Abreu morreu no dia 30 de janeiro de 1962, de forma trágica e irônica, para um pneumologista, com um câncer de pulmão, provavelmente, causado pelo fumo, hábito que mantinha desde longa data.

Fontes consultadas:

  1. www2.camara.leg.br/…
  2. pt.wikipedia.org/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datas.blog/3534

RSS/XML